quarta-feira, 29 de outubro de 2014

América em plena preparação para a Copa Nordeste sub-20 e estadual da primeira divisão profissional 2014/2015.

                                                

Ontem na cidade de Gravatá foi dado inicio a pré temporada do América para a temporada 2014/2015 do estadual da primeira divisão que terá inicio em dezembro, apresentação contou com a presença de 23 atletas e todos os que fazem parte da comissão técnica, supervisão e diretoria.
Foi uma viagem tranquila, onde após o almoço e um pequeno descanso, foi feito o primeiro trabalho na academia.
Muitas coisas por fazer, porém com certeza estamos no caminho certo, ainda falta a chegada de alguns jogadores que já foram acertadas as suas contratações, porém só serão divulgados os nomes após a assinaturas dos seus respectivos contratos, hoje foi feito o segundo dia dos trabalhos.
Referente a Copa Nordeste Sub-20 já foi dado inicio aos trabalhos a uns 15 dias de preparação, na cidade de Paulista no estádio Ademir Cunha, irei pessoalmente visitar alguns centro de treinamento em todo Recife e região metropolitana na busca de garimpar alguns valores, para serem avaliados sob nossa supervisão.
As expectativas são as melhores possíveis para ambas as competições e como a copa nordeste já está muito próxima,

não podemos perder muito tempo, segunda feira provavelmente iremos observar alguns desses pré selecionados atletas na tentativa de encontrarmos alguns valores em nossa região.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Primeiro dia de trabalho a frente do centenário clube, América Futebol Clube ´PE

Apesar que ontem fui apresentado oficialmente ao elenco, hoje tive o prazer de dar o nosso primeiro treino no Ademir Cunha em Paulista a frente do grupo que se prepara para a Copa Nordeste sub-20.
Realmente muito trabalho por fazer, ajustar como pretendemos, porém, pude observar que o grupo tem qualidade.
Algumas coisas por fazer, pois sabemos que a copa Nordeste é de um excelente nível, todas as equipes envolvidas vem se preparando e qualificando ainda mais seus elencos visando a referida competição, e nós não poderemos ser diferente.
Não podemos usar o estadual como referencia, muitas coisas mudaram, equipes diferentes, competição diferente, jogadores diferentes, por tal motivo vejo como um grande desafio está neste projeto, em especial que é o ano do centenário do clube, nada melhor de que uma grande participação para comemorarmos em grande estilo esse centenário do clube.
Temos uma comissão qualificada, jogadores de qualidade e começando a compreender a nossa metodologia de trabalho, jogadores começando a focar no que pretendemos, começando a unificar pensamentos.
Sabemos que não será fácil por tal motivo, temos que trabalhar arduamente, visando fazermos o melhor possível.
Pois trabalhando é a melhor maneira que temos de chegarmos ao objetivo.
A cada dia procuraremos elevar ao máximo cada habilidade de cada um dos atletas, elevando assim o seu gral de desenvolvimento, seja, físico, técnico tático e mental.
Diretoria, comissão e atleta unidos em pró do América fazer mais um capitulo da sua história.

Nova casa, América Futebol Clube


Boa tarde amigos.
É com muita satisfação e agradecimento a Deus que comunico aos amigos que a partir de hoje faço parte de um novo projeto.
Me foi apresentado um projeto audacioso, que me motivou bastante, depois de alguns dias conversando e pensando bastante resolvi aceitar.
Com muito prazer digo que hoje faço parte da Família América Futebol Clube.
Dois grandes objetivos pela frente a copa nordeste sub-20 que começa agora no mês de novembro com as melhores equipes sub-20 da região e o Pernambucano profissional 2015, que começa em dezembro 2014.
Muito trabalho pela frente, planejamento, foco, e muita dedicação.
Hoje foi uma reunião muito decisiva com a diretoria e após reunião com o grupo que já se iniciou o trabalho.
Realmente, um grande projeto, uma grande visão do América, agradeço também ao Fernando que na ocasião me fez o convite e aguardou pacientemente por minha resposta, agradeço tambem ao Osmundo diretor de Futebol que me recebeu muito bem juntamente com o Celso diretor, e a todos da comissão e atletas.
Deus no comando sempre, somos sabedor que muito trabalho teremos como tambem sei que o trabalho é o método mais seguro de alcançar os objetivos.
Conto como sempre com as orações e torcida dos amigos neste novo projeto.
Que Deus abençoe a todos(as).
(Cleibson Ferreira)

sábado, 13 de setembro de 2014

Muito Obrigado por tudo.

Meus amigos muito obrigado pelas palavras, tenham certeza é um alento em meio a este momento que só agora a ficha está caindo, prefiro dizer que temos que ser sábios nestes momentos e esperar no Senhor, pois a Ele depositei a minha fé e esperança, porque a minha vida já pertence a Ele, por isso acredito que Ele tem o melhor para mim, surpreso fiquei, depois desapontado, em seguida magoado, depois decepcionado e depois de algum tempo, agora aliviado.
Porque sei em quem tenho posto a minha vida, em quem tenho crido.
Venho aqui agradecer cada mensagem recebida via msm, via inbox, comentários, ligações telefônicas, nas ruas da própria cidade de Afogados o respeito de muitos , a vim me abordar expressar os seus pensamentos sobre o ocorrido, tudo isso me deixa ciente que não fui perfeito, errei muito também, porém que foi feito um trabalho que rendeu admiração de muitos, as muitas ligações de treinadores e dirigentes de muitas das equipes envolvidas deixando claro a surpresa do fato, tudo isso me conforta, me trás um alivio em meio a tristeza da forma que saí.
Nós sabemos como futebol funciona, mas algumas vezes as coisas parecem exageradas, pesadas ao ponto que nos deixa de uma forma de desabar com o ocorrido, ao ponto de em um momento pensei em largar tudo.
Afinal , nós as vezes acreditamos em reciprocidade, eu não queria ficar em uma situação que não era bem vindo, mas não queria ter saído dessa forma, o melhor vai começar agora e Deus sabe o quanto quebrei a cabeça para levar juntos com os atletas e membro de comissão a equipe a onde hoje está, Deus sabe o que enfrentei para negar as boas propostas que surgiram na reta final ainda da primeira fase, por mais que muitos amigos me orientaram o contrario, tudo pensando em pró da equipe, e por coincidência em pró da equipe segundo alguns não pensaram suas vezes em mim tirar.
O mundo dar voltas, tenho um carinho em especial pelo presidente do clube, o qual eu sei que é verdadeiro como pessoa e profissional, que suas palavras em um momento tão complicado para ele como presidente em me informar que não era mais o treinador da equipe, com cuidado, respeito e mostrando-se admirador do meu trabalho, me elogiando e explicado uma atitude que teria que ser tomada não por ele por si só e sim por uma diretoria no todo, eu respeito, aceito, mais não compreendi, porém são eles que mandam, infelizmente aqueles diretores que sempre ligavam, chamavam para conhecer lugares, que nos davam atenções, e se mostravam sempre ali presente, sumiram nem um adeus, isso talvez tenha machucado mais do que o descarte profissional, reafirmo: exceto o presidente o qual em um abraço e em uma simples frase mostrou a sua pessoa, além da que as portas não estão abertas e sim escancaradas para um futuro próximo se eu desejar voltar, uma ontem, mexeu comigo, foi a que, vai com Deus e que Ele te abençoe..
Eu não  entendia o porque tudo estava acontecendo assim, até um amigo me explicar a palavra proposito de Deus.
Hoje estou confortado no Senhor, falo mais, foi uma honra ter vestido essa camisa, ter podido representar a cidade, acredito nos companheiros que ficaram  a frente que consigam dar sequencia em vitórias nesta reta final em qual deixamos.
Digo e elogio o clube que sempre foi cumpridor de suas obrigações, tentando dentro de suas possibilidades nos oferecer o que era possível .
Desejo muito sucesso a todos os guerreiros (atletas) o qual tivemos sempre um laço de respeito e profissionalismo o qual tive a honra de comandar e termos muitas alegrias em meios a tantas lutas, juntos conseguimos formar um elenco competitivo mesmo em meio aos problemas e adversidades.
Alguns grandes torcedores e colaboradores queria agradecer, não gosto de falar nomes porque foram muitos , mas vou cometer o erro de citar o nome de um, que é seu Almeida, proprietário do Hotel onde estou, grande homem, colaborar e torcedor
Antes eu diria adeus a esta cidade de Afogados da Ingazeira, hoje digo um até logo, porque amigos aqui deixei, pessoas que foram especiais, em compartilhar comigo muitos momentos sejam eles de alegrias e tristezas, pessoas que em um simples alo em se encontrar em uma praça, na rua, no restaurante, lanchonete, rádios, farmácias, sempre procuram demostrar sua atenção, carinho e respeito.
A todos estes muitos obrigado
F C Afogados DA Ingazeira rumo a elite.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Neymar não se recupera e está fora da estreia do Barça

O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,neymar-e-vetado-para-estreia-do-barcelona-no-campeonato-espanhol,1548867O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,neymar-e-vetado-para-estreia-do-barcelona-no-campeonato-espanhol,1548867O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,neymar-e-vetado-para-estreia-do-barcelona-no-campeonato-espanhol,1548867

Torção no tornozelo tira brasileiro do jogo entre Barcelona e Elche. Neymar será substituído por El Haddadi, de 18 anos , que brilhou na pré-temporada

Neymar participou de todos os treinos do Barcelona na última semana
Neymar participou de todos os treinos do Barcelona na última semana (Reprodução/Instagram)
O técnico do Barcelona, Luis Enrique, confirmou na manhã deste domingo que o craque brasileiro Neymar está fora da lista dos jogadores que atuarão na primeira rodada do Campeonato Espanhol. Neymar, que sofreu uma lesão no tornozelo, não participará do confronto do Barça contra o Elche, pela primeira rodada do torneio. 
Essa é a quarta lesão do astro no ano. Um problema no tornozelo no início de janeiro fez com que o atacante ficasse afastado dos campos por pouco mais de um mês. Depois, em abril, Neymar perdeu os últimos jogos do Barça no Espanhol por um edema no pé. Durante a Copa, fraturou a coluna em uma dividida com o colombiano Zuniga. Na quinta-feira, durante os treinos da equipe, sofreu uma torção no tornozelo que o tirou da estreia do Espanhol.
No sábado, Luis Enrique não havia descartado a presença do brasileiro, alegando que esperaria o treino deste domingo para tomar uma decisão. Sem se mostrar totalmente recuperado, Neymar acabou sendo cortado da lista.
Para seu lugar, o técnico optou pelo jovem Munir el Haddadi, de 18 anos, que brilhou na pré-temporada do Barça e garantiu um lugar no time principal. No time titular, Luis Enrique deve aproveitar Pedro, que, recuperado de um problema gástrico, irá compor o time. Além de Neymar, também são desfalques os lesionados Ter Stegen, Vermaelen, Piqué, Adriano e Song, além do suspenso Suárez.
Fonte; Veja.com

Cotado para substituir Felipão, Tite revela: "Estou frustrado"

Técnico fala em decepção por não ter sido escolhido e questiona opção da CBF por Gilmar Rinaldi como diretor técnico

Cotado para substituir Felipão, Tite revela: "Estou frustrado" Ricardo Duarte/Agencia RBS
Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS
O técnico Tite, o Adenor Bachi, não esconde seu sentimento. Está frustrado ao ser preterido como técnico da Seleção. Pergunta-se que critério foi usado para as escolhas. Considera Dunga um profissional digno, seu concorrente, mas acreditava ser esta a sua hora. Defende que a CBF ouça os jogadores e invista em ideias para salvar a base do futebol. Depois da Copa, Tite permitiu-se dar um tempo para a família, foi se encontrar com o filho Matheus, 24 anos, recém formado nos Estados Unidos em Ciência do Exercício no Tennessee. Depois, com o filho, foi conferir o sistema de dados do Arsenal, como mais uma ferramenta a ser empregada no seu trabalho. A ansiedade de Tite é por conhecimento. Por isso, lê muito a respeito. E revelou: em dezembro de 2012, horas antes de disputar o Mundial do Corinthians contra o Chelsea, recebeu a informação do interesse da CBF em levá-lo para a Seleção. Preferiu esperar.

Você se frustrou com ao ser esquecido na escolha do técnico da Seleção?A gente não é o melhor, mas a gente está vivendo um grande momento profissional. Eu estou nesse momento. Passei cinco anos no Grêmio e Inter com grandes trabalhos e oito títulos. Mundial, Libertadores, Sul-Americana, Copa Suruga, de Brasileirão, isso me credenciou. Dava enquete, lá estava Tite. Eu criei expectativa pelo trabalho. Assim como imaginei: nos últimos cinco anos, o Abel Braga foi campeão do Brasileirão, o Muricy Ramalho venceu a Libertadores, o Marcelo Oliveira, do Cruzeiro, de excelente trabalho, o Cuca, todos em condições.
Desde quando havia expectativa?Houve um outro detalhe: antes do Mundial do Corinthians contra o Chelsea (em dezembro de 2012), o assessor de imprensa do clube revelou que duas vezes a CBF havia procurado o presidente Mário Gobbi (do Corinthians) querendo me levar para a Seleção. Eu disse: quero ficar voltado ao Mundial, não é hora para isso. O doutor Gobbi concordou: estamos o maior título da história do clube, não se fala nisso. Surgiu a ideia de esperar para depois do jogo? Não, não, disse ele, temos que manter o foco. E estava certo. Eu ficaria pensando, será que virá o convite depois? E os atletas poderiam entrar em campo pensando nisso, poderia dispersar. Criei expectativa depois, sim, mas pelo meu crescimento profissional, independentemente de ser convidado.  
É uma grande frustração?     
É uma frustração profissional. Estou frustrado. Não é questão de ser melhor ou pior, tenho um bom relacionamento com o Dunga. Temos um situação de respeito. Nós competimos. Eu, ele, o Abel, a gente compete. É da profissão, com lealdade, não tenho nada contra. Mas há o questionamento: se nós estamos buscando qualificação, quais são os critérios. A pergunta que me fiz: que critérios são esses, o que que se busca, de que forma? E eu gosto do embate das ideias, com argumentos. Por exemplo, entendo que seja reformulado o calendário do futebol brasileiro. Mas que história é essa de chamar o Gilmar (Rinaldi, diretor técnico da CBF)? Que preparação ele teve? Quais os argumentos? Por que não um executivo do futebol? Um Paulo Angioni? O Edu Gaspar (gerente de futebol do Corinthians), o Rodrigo Caetano, o Leonardo? Enfim, uma série de profissionais que se habilita para tanto. Por que não um profissional que está estudando para isso? Fala-se tanto em atualização do futebol, não é?  
Qual sua posição sobre técnico do Exterior?
Eu não defendo escolha por nacionalidade, mas por competência. Nada contra o Dunga, que faz o seu trabalho profissional, mas era uma grande oportunidade de pegar o cume da montanha e colocar um técnico estrangeiro que pudesse passar todo o know-how de suas experiências. Se fosse um Klinsmann (técnico alemão, que treinou a seleção dos Estados Unidos na Copa), há todo uma série de aspectos com os quais a gente pode melhorar. E tem o Bom Senso (movimento dos jogador profissional) tem o Paulo André, Alex, Dida, Juan, que podem auxiliar numa mudança. Tenham um pouco de vontade de crescer e ouçam os profissionais.  
Quais seriam as mudanças?
Ele (Klinsmann) poderia, de cima, irradiar conhecimentos para a base do futebol. O que é a base? Dar tempo maior para o Veranópolis, onde me formei, jogar o ano inteiro, não apenas o primeiro semestre. Por que não diminui os regionais e faz os níveis de Campeonatos Brasileiros em A, B, C. D, F e coloca o Interior para jogar o mínimo de 10 meses. Dá para fazer. Na minha época, eu me formei quando o Veranópolis conseguiu disputar o segundo semestre. Ouçam os atletas. Não vamos tirar o poder das federações. A base tem de ser revista.
No futebol, o brasileiro não é arrogante para aceitar um técnico estrangeiro?
O que eu posso dizer é que era uma grande oportunidade. Eu gostaria de ver isso. Quanto mais profissionais de qualidade melhor é o intercâmbio, o nível de enfrentamento. Eu sou a favor de elevar o nível técnico. Assim como gostaria de que o Gareca (técnico do Palmeiras) ficasse para que a gente tenha real dimensão. Como o Fossati (ex-técnico do Inter). Agora, montar equipe dentro do Brasileirão é fogo. Dentro do campeonato não há jogo que possa dizer: ali eu vou ganhar.
Qual o nível do Brasileirão agora?  
Ele achatou muito. Antes, tinha cinco, seis que disputavam o título e outros sete que lutavam contra o rebaixamento. Hoje, o campeonato achatou, as distâncias são menores, a competição é maior: são nove pelo rebaixamento e 11 brigam lá em cima. As diferenças ficaram muito curtas.
Você vive um período sabático, de estudo. Qual é o objetivo? 
Quero voltar a treinar e pegar um ex-atleta que não me dissesse: "Puxa, eu já conheço todas as formas de treino dele, na segunda vai ser isso, na terça, aquilo..." Quando jogava, eu sofria com isso, é a pior coisa. Hoje eu quero é agregar criatividade ao trabalho. Para isso, passei os últimos dias observando, lendo e estudando para formatar novos treinamentos. Li muitos livros a respeito, e busco interação com outros estudiosos. Há pouco, conversei com o Carlos Bianchi (técnico do Boca Juniors, em encontro antes da final da última Libertadores, em Buenos Aires), a gente se perguntou sobre o ciclo semanal, como faz. Estudo muito a respeito com Cleber Xavier (auxiliar técnico) e Silvinho (auxiliar no Corinthians), ex-Barcelona, que tinha a herança das ideias do Pep Guardiola.
Como foi a sua prática na Copa do Mundo? 
Recebi vários convites para comentar a Copa na TV, agradeci, mas recusei. Depois, eventualmente teria de criticar, não ficaria bem com a ética, sendo técnico e postulante à Seleção. Então, peguei um caderno de anotações com táticas e anotei os 64 jogos. Só não vi todos (pela TV, no apartamento de São Paulo), porque houve jogos concomitantes, que depois recuperei. Assisti a três jogos no Beira-Rio. Em Holanda e Austrália, não esperava muita coisa, mas estava com a Rose e a Gabriela (mulher e filha), queríamos sentir o show da Copa. Foi muito lindo. E o jogo surpreendeu, a Holanda puxou contra-ataque, um, dois e deu gol do Robben. Quem fez pressão foi a Austrália, questão de estratégia.
O que você depreendeu dos jogos da Copa?
Mais importante que os sistemas são as transições. Quanto mais rápido reagir, perder a bola e retomar as posições, melhor. Para mim, o sistema 4-1-4-1, que o Barcelona joga, é o ideal. A Alemanha, por exemplo, tinha Ozil e Mullher pelas pontas flutuando para dentro — como Valbuena fazia na França, o D'Alessandro faz isso, nas costas de volante com maestria. Isso rebenta o time adversário. Hoje, também velocidade é importante, mas antes com criatitividade. Eu entendo futebol com dois volantes, um articulador e um infiltrador agudo e dois atacantes — o equilíbrio vem daí. Dois pensadores para ter transição, ou não consegue construir.
Respingou um conhecimento tático da Copa no Brasileirão?
Eu não vi o 4-1-4-1 no nosso campeonato. Vi o São Paulo abrir o Kaká e o Ganso, com Pato e Kardec enfiados. O Cruzeiro, que está em estágio que o Corinthians esteve no passado, que o Inter e o Grêmio tiveram tempos atrás. São equipes que conseguem manter a base e o técnico — e eu ouvi o Júlio Baptista falando: "a gente tem perfeito domínio da dinâmica".
Fonte; http://zh.clicrbs.com.br/

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Milagroso! América-RN goleia e elimina o Fluminense em pleno Maracanã


Milagroso! América-RN goleia e elimina o Fluminense em pleno Maracanã

ESPN.com.br


Foi daqueles jogos para a história do América-RN. 3 a 0 contra no primeiro jogo diante do Fluminense. Mas, em pleno Maracanã, de maneira heroica, o time venceu o Tricolor por 5 a 2, com um gol de Rodrigo Pimpão aos 45 minutos do segundo tempo, e conseguiu um verdadeiro milagre com a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil.


Cristóvão Borges poupou apenas dois titulares no jogo, mesmo com a vantagem de 3 a 0. Fred e Chiquinho entraram nas vagas de Conca e Wagner. Gum, lesionado após romper ligamentos no tornozelo direito, e Henrique, que sofria de dores no joelho esquerdo, deram lugar a Elivélton e Fabrício. 
O jogo
Frio, chuva fina e ampla vantagem tricolor no confronto. Os componentes encomendavam um jogo morno no Maracanã, sem grandes emoções. E até que de saída esse foi o panorama.
Mesmo com oito titulares em campo, o Fluminense iniciou tentando surpreender. Bruno foi à ponta direita com três minutos, fez boa jogada e cruzou para a área. No carrinho, Chiquinho quase abriu o placar, mas a zaga afastou.
Fred, novamente com chance entre os titulares, tentava se movimentar. Era uma data especial. 200 jogos com a camisa do Fluminense, que veste desde 2009. Os companheiros até o procuravam, mas sem maiores chances. Aí veio a surpresa.
Aos 16 minutos, Marcelinho aproveitou um rebote e limpou dois adversários e chutou no meio do gol. Cavalieri tentou a defesa com uma só mão, mas a bola passou e tremulou a rede. América-RN 1 a 0.
A vantagem tricolor ainda era bem confortável, mas cautela e canja de galinha não fazem mal. O time, então, acelerou o jogo para evitar maior prejuízo. E foi aquecendo com um chute de Cícero, aos 28 minutos. Mas a maior qualidade tricolor falou alto.
Aos 31 minutos, Fred renasceu. Cícero avançou pelo lado direito e deu toque para Fred, dentro da área. Com categoria, o artilheiro tocou na saída de Fernando Henrique e fez seu primeiro gol após a Copa do Mundo. 1 a 1 no Maracanã.
Tudo, então, certo para os poucos torcedores que enfrentavam a chuva que já deixara de ser fina àquela altura. Fred, dois minutos depois, teve nova chance ao receber bola de Chiquinho na entrada da área, pela direita, mas o chute saiu por cima. Não fez falta.
Isto porque, aos 36 minutos, a virada tricolor chegara. Fred, no lado esquerdo, cruzou para a área, Chiquinho completou para o gol e Fernando Henrique defendeu parcialmente. No rebote, Cícero tocou com tranquilidade, no canto direito, para o fundo do gol. Vira, vira. 2 a 1 Fluminense. Minutos depois, um susto. Fred chocou o joelho contra Max e caiu urrando de dor. Mas voltou a campo mancando. Assim, sob dúvidas, ele desceu para o intervalo.
Na volta para o segundo tempo, Cristóvão Borges resolveu não arriscar. Fred ficou no vestiário e Walter voltou em seu lugar. No América-RN, Rodrigo Pimpão, ex-Vasco, e Val, ex-Flamengo, entraram nos lugares de Jeferson e Thiago Dutra.
Com quatro minutos, mais um susto para o Fluminense. Max recebeu bola de Andrezinho, ganhou na corrida de Eilvélton e tocou na saída de Cavalieri. 2 a 2, logo de cara.
O América-RN se mostrava mais organizado e até mesmo mais interessado na partida. Aos 14 minutos, Pimpão entrou na área e só não ampliou por boa defesa de Cavalieri. Aos 15 miutos, Max assustou de cabeça. Cristóvão, então, resolveu mudar.
Conca, cérebro tricolor, deixou o conforto do banco para a saída de Rafael Sobis. Max, do outro lado, saiu de campo para a entrada de Alfredo. Continuou melhor para o América-RN. O time foi chegando, chegando...e chegou.
Aos 30 minutos, Marcelinho lançou Alfredo, que aproveitou a falha de Cavalieri na saída e tocou para o fundo do gol. 3 a 2 América-RN. A pressão continuava. Aos 33 minutos, Márcio Passos perdeu gol feito de cabeça na entrada da área. Até que, aos 37 minutos, o caldeirão ferveu de fez. Márcio Passos, de novo, cabecou, mas dessa vez na trave. No rebote, Alfredo, mais uma vez, tocou para o fundo do gol tricolor. 4 a 2.
Apena mais um gol classificaria o América-RN para as oitavas de final. O Fluminense, vaiado pela torcida, tentava se segurar. Aos 41 minutos do segundo tempo, a zaga tricolor falhou de novo, em furada, e Rodrigo Pimpão, por pouco não fez o gol. Mas, aos 45 minutos, veio o milagre.
Alfredo foi lançado na área, ganhou na corrida, mas acabou desarmado por Jean dentro da área. A bola, no entanto, sobrou para Rodrigo Pimpão, que tocou para o fundo da rede de Cavalieri. Heroico, histórico. O América-RN escreveu um dos grandes capítulos do novo Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 2 X 5 AMÉRICA-RN
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de agosto de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Nadine Schramm Bastos (SC) e Angelo Rudimar Bechi (SC)
Público e renda: 4.355 pagantes / 4.748 presentes / R$ 80.400,00 
Gols: Marcelinho (AME), aos 16 minutos, Fred (FLU), 31 minutos e Cícero (FLU), aos 6 minutos do primeiro tempo; Max (AME), aos quatro minutos, Alfredo (AME), aos 30 minutos e aos 37 minutos e Rodrigo Pimpão (AME), aos 45 minutos do segundo tempo.
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Elivelton, Fabrício e Carlinhos; Diguinho, Valencia, Cícero e Chiquiho; Rafael Sobis (Conca) e Fred (Walter)
Técnico: Cristóvão Borges
AMÉRICA-RN: Fernando Henrique; Marcelinho, Cleber, Lázaro e Paulo Henrique; Tiago Dutra (Val), Andrezinho, Jeferson (Rodrigo Pimpão) e Arthur Henrique; Max (Alfredo)
Técnico: Oliveira Canindé
Fonte: ESPN



sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Afogados FC para esta 2ª fase contará com uma grande contratação.

Uma nova fase vai se iniciar, novas batalhas por enfrentar, novos jogos, um novo campeonato.Muito trabalho por fazer, mudanças táticas, postura, correção, tudo isso dentro de nossas possibilidades, iremos enfrentar grandes equipes acostumadas a está competição.Da mesma forma que entremos na primeira fase, vamos para esta segunda, com os pés no chão, humildade muito trabalho, dedicação e comprometimento, este sempre serão o nosso lema, pois o trabalho edifica, a humildade solidifica, dedicação e comprometimento confirma, Vamos utilizar a primeira fase apenas agora para rever onde erramos a trabalhar para não cometer os mesmos erros, a cada fase da competição um nível um pouco mais elevado, inclusive mais desgastante, mais viagens, despesas, cansaço, tempo curto de trabalho entre os jogos, realmente uma nova etapa por se vencer, um novo passo na história do Afogado IFC, uma historia que teve um bom começo esperamos com muito fé em Deus possamos continuar obtendo os bons resultados porém para isso muitas coisas por se fazer.Não ganhamos nada e com este pensamento vamos encarar com muita personalidade este novo caminho, esta nova trilha que se abre para que possamos chegar no destino final que é o acesso.Os grupos já foram montado:

Grupo E
Araripina (1ºA)
Belo Jardim (2ºB)
Jaguar (2ºC)
Altinho (3ºA)
Ferroviário do Cabo (3ºC)
 Íbis (1ºD)

Grupo F
Centro Limoeirense (1ºB)
Vera Cruz (1ºC)
Afogados da Ingazeira (2ºA)
Timbaúba (3ºB)
Atlético-PE (2ºD)
Olinda (3ºD)

 Que vençam os melhores, contamos com a torcida de todos os amigos, temos muito o que fazer, e melhorar porém a torcida de todos é de suma importância,Acredito que além dos reforços que vão estrear a grande contratação dessa segunda fase é o torcedor, pois acreditamos que finalmente vamos levar os nossos jogos para o nosso estádio, e assim termos o apoio do nosso torcedor, afinal todos os jogos de nossa equipe foram realizados fora de nossa casa, longe da nossa torcida, sem o calor daqueles que querem ver o bem do Afogados FC, contaremos agora com esse grande reforço que é o torcedor.

Afogados FC rumo a elite.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Balanço do Afogados FCna primeira fase.


Venho aqui fazer um pequeno balanço da nossa equipe na primeira fase .
Para muitos talvez tenha sido uma grata surpresa a boa participação da equipe nesta primeira fase, porém para todos que fazem parte do Afogados FC sabiam sobre o trabalho que estava sendo feito desde a pré temporada até a data atual.
Realmente não foi fácil, deixar tudo em ordem, encaixar as peças nos seus devidos lugares, preparar estas peças deixa-las em condições de fazer o que pretendemos em campo, realmente uma tarefa que começa desde o presidente passando por todos os demais, cada um dentro de suas funcionalidade, cada um dentro de suas funções.
Tivemos um grupo onde pudemos perceber que muitas coisas teriam que ser mudadas e com o apoio da diretoria conseguimos qualificar um pouco mais a equipe deixando uma equipe competitiva.
Os meus companheiro de comissão técnica formada Cleibson Ferreira treinador, Marcelo Froeder preparador físico e Carlinhos passo mago preparador de goleiro, desde o dia que chegamos trabalhamos arduamente em busca de qualificar o que estávamos montando.
Era nossos planos conseguir como meta, classificar para a próxima fase antes da ultima rodada pois sabíamos que teríamos o ultimo jogo fora de casa, e graças a Deus conseguimos com duas rodadas de antecedência.
Nesta primeira fase tivemos um bom retrospecto, 3 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota fora de casa, 6 gols a favor , 4 contra um saldo positivo de 2.
Sendo assim havendo uma das melhores campanhas dentro da competição, mesmo enfrentando como grande obstáculos que todos os nossos jogos foram realizados fora de casa, não tivemos nenhum jogo dentro de nossos domínios.
Tudo se torna mais difícil quando desistimos de lutar
Agora é focar na próxima fase, muito mais difícil são as melhores de cada grupo, temos que ter mais atenção nos detalhes pois eles tem feito a diferença, temos muita coisa por corrigir e para isso nada melhor que os trabalhos, hoje, mesmo depois de mais uma cansativa viagem de ontem, já estavamos na academia e por fim no CT Toca da Coruja.
A comissão técnica juntamente com a diretoria tem feito um balanço e ver como muito positiva tudo que temos obtido dentro de campo, porém que fique, claro não teríamos conseguido sem o apoio dos colaboradores e principalmente o respaldo do presidente.
A cobertura da imprensa sempre nos apoiando levando o que estamos fazendo aos ouvintes, isso mostra que a união deste grupo vai além das quatro linhas.
O comprometimento de todos tem feito a diferença, seja diretoria, comissão técnica e atletas, tudo isso para transformarmos um desejo em realidade.
Afogados FC em busca da Elite.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Altinho x Afogados FC, jogo de interesses.

Em meio as turbulência do dia, dentro de nossas condições e forças.
Agora é só esperar a viagem para Caruaru, iremos ficar concentrado para depois seguir viagem para a cidade de Altinho.
Tudo que poderia ser feito tentamos, sabemos que não será fácil, mas tentaremos de todas as forças sairmos de lá com um bom resultado, estamos buscando a cada jogo melhorar, fazermos o nosso melhor para que estejamos cada vez mais próximo do ideal.
Um grande jogo, contra uma grande equipe, requer um grande cuidado, com grande números de acertos e eficiência.
Vamos enfrentar uma equipe muito qualificada, que vem se recuperando dentro da competição e busca dentro de seus domínios a sua classificação e para que isso venha acontecer só a vitória interessa aos mesmos, temos que ter o máximo de atenção possível e saber usar as situações adversas a nosso favor, uma equipe inteligente ganha os jogos nos detalhes, espero que sejamos inteligentes o suficientes para que possamos sair como vencedores, que os detalhes sejam a nosso favor.
Com a vitória poderemos terminar a fase como lideres do grupo A, dependendo do jogo entre Araripina x Petrolina, e eles com a vitória garantem o 3º lugar do grupo, duas equipes com seus interesses obtendo a vitória.
Que Deus nos abençoe e que estejamos aptos, capacitado e merecedores de um grande resultado.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Confirmado permanência no Afogados FC

Para aqueles que continuam me ligando para saber a respeito da minha saída do Afogados da Ingazeira, eu irei cumprir a aqui no Afogados FC o restante da competição, estamos vivendo um momento muito bom aqui, um projeto legal que vem dando certo.
Uma união que começa desde a diretoria até os demais funcionários, todos nos recebeu muito bem aqui somos bem tratados não apenas como funcionário do clube e sim como pessoa.
Tenho um grupo de atletas que vem buscando com muita intensidade a melhora a cada dia, transformando em algo crescente cada minuto de trabalho.
Que fique claro, a proposta realmente foi muito boa vindo através da empresa Company Sports Brazil Internatinal Footboall, mas estou bem aqui, pesou o fato de tudo o que o clube tem feito para chegarmos a conseguir o nosso objetivo, sei que não estou jogando oportunidade fora, estou aproveitando uma outra, sei o que representa este projeto que estamos lutando para conseguir, sei da importância para a cidade e para as pessoas que estão afrente.
Tenho um grupo de atleta que estamos fechados em busca de um objetivo, sei o que represento para eles, da mesma maneira que eles representam para mim, somos um grupo focado, fechado e comprometido, vamos lutar juntos até a ultima gota de suor para conseguir os nossos planos.
Não é demagogia quando digo que a oportunidade de está afrente deste clube é tão gratificante quanto as outras que surgiram.
Nem sempre o dinheiro fala mais alto, é verdade que a proposta era atraente, como também é atraente imaginar como vai ser conquistar esse acesso.
Estou muito satisfeito aqui, tenho uma grande comissão comigo, tenho um grupo de qualidade e uma diretoria atuante.
Pois bem, eu continuo afrente deste clube, vamos continuar comandando esta equipe a outras conquistas e com fé em Deus a cada jogo uma nova história de vitórias virá.

Altinho x Afogados FC ultimo jogo da 1ª fase, foco total em busca da evolução.

Alguns meses atrás eu publicava aqui sobre a nossa estreia na competição (Justamente contra o Altinho, vencemos por 2x0).
Sabíamos das grandes dificuldades que iriamos enfrentar neste jogo e nesta fase, e tudo foi cumprido como esperávamos, um grupo forte, equilibrado, jogos difíceis, muita marcação, bolas paradas, porém o que mais me agradou até aqui que realmente está tudo dentro do planejado e esperado, a evolução do nosso grupo seria gradativa e dentro da competição.
Termos garantido a classificação com duas rodadas de antecedência, mostra que estamos no caminho certo, que a evolução do grupo vem acontecendo e que ainda temos o que evoluir.
A cada jogo estamos observando alguns erros, e com isso nos ajudando a perceber onde temos que intensificar os trabalhos, preparar a equipe não é uma coisa fácil, não é de uma hora para outra, é um trabalho que já vem sendo feito já algum tempo, desde o inicio da pre temporada.
Os trabalhos que vendo sendo feito não é uma coisa de entregar a camisa e ver o que acontece é uma coisa estudada, elaborada, planejada, treinada por nós que fazemos parte da comissão técnica, os meus companheiros de comissão sem eles não estaríamos obtendo estes resultados, o Marcelo Froeder preparador físico vem fazendo um grande trabalho, mantendo estes guerreiros em condições de suportar as difíceis viagens, calor excessivo que é este que enfrentamos do Sertão Pernambucano, suportar correr 90 m de forma que eles possam executar o que tanto trabalhamos durante a semana, o Carlinhos (passo mago) treinador de Goleiro vem fazendo um excelente trabalho em cima dos nossos goleiros deixando-os preparados para qualquer um dos três ao entrar estejam em condições de representar bem o clube, não é por acaso que temos uma das melhores defesas da competição.
Ou seja: não é por acaso que tudo está acontecendo, não é um ato de sorte, e sim um trabalho que vem sendo elaborado com muito estudo e dedicação.
Lembro também os esforços que a diretoria vem fazendo para que possamos ter as condições de exigir dos atletas o seu máximo, afinal um acesso de divisão não se consegue apenas dentro de campo e a diretoria vem se esforçando para que tenhamos estes suportes extra campo, nem tudo sai como queríamos que acontecesse, mas tudo vem acontecendo dentro um esforço que permite que dentro de nossa realidade aconteça da melhor maneira possível.
Quarta feira será a ultima rodada da 1ª fase, outro jogo muito difícil, iremos jogar fora de casa, contra um grande adversário que precisa do resultado positivo para obter a classificação, não podemos perder o foco, temos que continuar em crescimento, pois precisamos corrigir os erros para enfrentar este grande adversário e com isso darmos mais esse passo na evolução da equipe para a estarmos aptos para enfrentar esta outra difícil fase (2ª fase).
O Altinho é um grande equipe, vai jogar em sua casa, com o apoio do seu torcedor, precisam da vitória para garantir classificação isso torna o jogo ainda mais difícil e complicado para nós.
Temos que ser inteligentes e mais eficientes para que possamos sair de lá com um grande resultado.

domingo, 20 de julho de 2014

Chegou o dia da estreia, Afogados F.C inicia sua história em competições profissionais.

Pois bem, é chegado a hora, depois de aproximadamente 1 mês e 15 dias de preparação, 3 amistosos , 2 vitórias (11x0), (2x0) e 1 empate (1x1).
Muitas dificuldades superadas, muitas alegrias e tristezas, tudo em pró da preparação deste grupo, sabemos que muito há de melhorar, porém sabemos também que muito melhoramos, que a cada dia estamos buscando superar o nosso dia anterior.
Esperamos hoje aqui na cidade de belo jardim, possamos desempenhar um grande jogo diante de uma grande equipe, somos sabedor que para ganhar de uma grande equipe temos que fazer um grande jogo, com certeza vamos enfrentar grandes dificuldades pois se trata de um adversário qualificado e como já mencionei em outra ocasião se trata de uma das favorita ao acesso.
O grupo está focado, sabemos que trabalhamos muito para este dia, o comprometimento deste grupo tem sido muito um facilitador para que possamos melhorar, erros com certezas irão acontecer, pois é uma estreia de competição, é o ponta pé inicial, é o inicio de algo pelo qual aceitamos o convite de trabalho, tanto a comissão técnica, jogadores e diretoria, sabem o que representa essa competição, são muitos pais de família, filhos, amigos, muitos são os envolvidos nesta luta, sabemos que não estamos sozinhos, existem muitas situações que envolvem uma disputa e iremos nos entregar completamente para conseguir os nossos objetivos.
É o primeiro ano, do Afogados da Ingazeira Futebol Clube em competições profissionais, é um dia especial para o clube e para todos que fazem parte do mesmo.
Nós somos os escolhidos para representar este clube, essas novas cores, essa bandeira, esse município, é uma responsabilidade gostosa, pois quanto maior for a responsabilidade mostra o quanto maior foi a confiança depositada em nosso trabalho, todos que fazem parte desse clube, faremos o possível para levar esse nome Afogados F.C, ao posto mais alto dessa competição.

domingo, 29 de junho de 2014

Amistoso internacional, FC Afogados (BRA) 10 x 0 footvision (ALE).


Primeiro amistoso da equipe F C Afogados DA Ingazeira, amistoso internacional contra um combinado Alemão (footvision).
O resultado foi o que menos interessa e sim a movimentação e preparação para que a equipe chegue competitiva na série A2.
Agradeço a Deus pela graça de termos feito um bom jogo, dentro do esperado houve alguns erros que temos que corrigir, sabemos que temos muito o que melhorar, porém temos o tempo para trabalhar e com isso chegarmos firmes e fortes dentro da competição.
Neste jogo treino pudemos observar todos os jogadores contratados exceto os 3 que chegaram recente e estão em processo de adaptação física para que cheguem próximo ao nível físico dos demais atletas.
Este jogo valeu um troféu que foi o primeiro da história do afogados FC.
Resultado final:
FC Afogados 10 x 0 footvision.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Todos em busca do mesmo objetivo, trabalhando forte para sermos merecedores deste objetivo.


A cada dia a grande batalha se aproxima, a cada dia, é um dia a mais de preparação, a cada dia, é um dia a menos para o inicio do nosso grande desafio, colocar a equipe na série A2, é um sonho de todos que fazem parte desse projeto,  todas as equipes são muito competitivas, todas buscando um único objetivo.
Todos com os mesmos propósitos.
Que vença o melhor, que Deus nos abençoe e nos der forças necessárias para trabalharmos e nos prepararmos para sermos merecedores da grande conquista.